2.11.06

Um erro de palmatória

Andar na rua de nariz no ar, tem, por vezes, compensações que provocariam o riso se não fossem tão sérias. Como esta, de atribuírem a Sampaio Bruno a condição de repúblicano, coisa que seguramente o autor de Portuenses Ilustres não foi, apesar de ter lutado pelo fim da Monarquia.
Devido a gralha, ou à ignorância de quem gravou a placa toponímica, o erro de palmatória está lá para ficar. Como o daquela tabuleta que plastificou dois ceramistas homónimos em plena Cordoaria Velha.

7 comentários:

  1. Maria B.4.11.06

    Caro Carlos Romão,

    Vim hoje parar a esta página por acaso... e que bom acaso! Esta página é serviço público, na melhor concepção que estas duas palavras juntas podem ter, e mais houvessem como esta...

    Bem Haja.

    ResponderEliminar
  2. Já avisou os serviços camarários?

    Um abraço!

    ResponderEliminar
  3. Maria B.
    há mais blogues sobre o Porto. Recomendo vivamente A Baixa do Porto, em http://porto.taf.net

    RPS,
    não avisei, mas também não creio que me levassem em conta.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  4. Esse tipo de erros é comum nas placas. É lamentável o estado da ortografia no Porto.

    ResponderEliminar
  5. antonioduvidas24.11.06

    Além dos erros referidos, estas placas foram muito mal idealizadas. São pouco visíveis, letras pequenas e o fundo verde não destaca o nome.
    Outro aspecto que deviam ter em conta era colocar na placa uma setinha a indicar que a rua começa no sentido indicado. Junto a um cruzamento aí penso que também devia haver placa com setinhas uma para cada lado da rua.
    É lamentável que os senhores técnicos da Câmara não se apercebam destas falhas.
    Vejam como os STCP colocaram e bem o destino dos autocarros com letras garrafais.

    antonio

    ResponderEliminar
  6. Anónimo27.11.06

    Porque é que ninguém reage seriamente a este sinal de desprezo pelo património das nossas cidades? Chega a este ponto a nossa negligência civil? Enviar emails, imprimir panfletos, reclamar por telefone. Ninguém se preocupa muito, o que interessa é ter dinheirinho, e por isso estas aberrações continuarão a aparecer, com a conivência de todos. Tal é o desprezo dos portugueses pela arte e pelo património.

    KKDKO

    ResponderEliminar
  7. KKDKO, camarada, tou contigo!

    ResponderEliminar

Etiquetas

A Brasileira Avenida da Ponte Avenida de Vímara Peres Bairro do Aleixo Calçada da Corticeira Câmara Municipal do Porto Carregal Cinema Águia d'Ouro Clérigos Cordoaria Edifício Imperial Fontainhas Fontes do Porto Fontinha Grafismos Guindais Horrores urbanos à moda do Porto Jardim Botânico Largo do Moinho de Vento Largo do Terreiro Largo dos Lóios Livrarias Mamarrachos Mercado do Bom Sucesso Miragaia Monumento a António Nobre O chão surrado O Porto a oriente O Porto não é a Disneylândia O Rapto de Ganimedes Outros temas Pena Ventosa Polícia de Segurança Pública Ponte Maria Pia Porto Património Mundial Praça da Batalha Praça da Liberdade Praça da República Praça da Ribeira Praça de Almeida Garrett Praça de Carlos Alberto Praça de Gomes Teixeira Praça de Lisboa Praça do Infante Praça dos Poveiros Rua Barão de Nova Sintra Rua da Bainharia Rua da Madeira Rua da Ponte Nova Rua da Reboleira Rua das Flores Rua das Taipas Rua de 31 de Janeiro Rua de Álvares Cabral Rua de Ceuta Rua de Cimo de Vila Rua de Fernandes Tomás Rua de Gonçalo Cristóvão Rua de Júlio Dinis Rua de Miguel Bombarda Rua de Mouzinho da Silveira Rua de Passos Manuel Rua de S. Bento da Vitória Rua de S. João Novo Rua de S. Miguel Rua de Sá da Bandeira Rua de Sá Noronha Rua de Sampaio Bruno Rua de Santa Catarina Rua de Trás Rua de Trindade Coelho Rua do Almada Rua do Bonjardim Rua do Cativo Rua do Infante D. Henrique Rua dos Caldeireiros Rua dos Mercadores Rua dos Pelames Sem Abrigo Terreiro da Sé Travessa da Rua Chã V.N.Gaia Viela do Anjo Viela do Buraco Virtudes Vitória

Não deixe de visitar

Acerca de mim

A minha foto
Uma vida ao serviço da comunicação empresarial, como videógrafo, fotógrafo, designer e copywrighter.

Seguidores